Google Tradutor

Quem sou eu

Minha foto
Espírito Santo, Brazil
Professora Educação Infantil. Costumo ser reservada e tímida, ás vezes gosto de ficar sozinha. Vivo o presente. Sou do tipo de pessoa que vive o “aqui e agora”. Não gosto deixar nada pra depois. Preciso de liberdade e independência para fazer minhas próprias coisas. Alegria sempre. Nada de ficar reclamando das dificuldades. Deus conhece nossa capacidade. "Posso não saber o quanto vou ter que caminhar, mas eu continuarei andando e sorrindo. Vou aprendendo a viver e a conviver. Levo comigo uma bagagem cheia de decepções, momentos felizes e alguns não muito.. meus erros, minhas lágrimas, minhas derrotas e vitórias... Não quero ser perfeita , eu quero é cair e levantar rindo... levantar e limpar as mãos e os joelhos e me preparar para correr de novo ,dessa vez mais rápido ainda. Se não quiser que eu te decepcione não faça demasiadas expectativas..."

Marcadores

domingo, 1 de maio de 2011

Livro Pedagogia Vivencionista

Recebi o livro “Pedagogia Vivencionista” do autor Marcelo Rodrigues, após visitar o site www.vivencionismo.com.br e relatar numa postagem sobre este interessante método de trabalho e a postura que o professor precisa ter. Veio num envelope no qual ainda envolvia o livro com plástico-bolha, protegendo-o. Ainda não comecei a leitura do livro, pretendo iniciar na próxima semana, após o fechamento de minhas avaliações bimestrais, estou ansiosa.

Sinopse: Do que serão capazes, no futuro, as crianças educadas através da vida? Apenas uma educação voltada para a vivência de experiências reais, em que o aluno decide e aprende através da realização de seus próprios empreendimentos, prepara a criança para os desafios que o futuro lhe trará, ensinando não apenas o elenco básico de disciplinas escolares, mas também os conhecimentos que somente serão adquiridos através da experiência de vida, favorecendo ainda o desenvolvimento de habilidades fundamentais para a formação de um ser humano mais independente, criativo, autoconfiante e feliz.
Trechos do site:
Sobre a Pedagogia Vivencionista: “A escola como ela é hoje não motiva alunos, professores, diretores e nem mesmo pais. Ela segue um determinado modelo que não gera interesse pelo aprendizado e não incentiva inovações. As aulas são pré-planejadas, sem a participação do aluno e, muitas vezes, nem mesmo do professor. Com aulas assim, o resultado fica limitado. Para mudar esse desinteresse, devemos dar ao aluno a liberdade de escolha, através da qual se cria um interesse pelo aprendizado e, com isso, aprende-se mais e melhor. Tendo como base a liberdade de escolha e a busca pela felicidade, a Pedagogia Vivencionista desenvolveu-se para permitir que a vida entre em sala de aula por todos os meios possíveis. Conectando a escola ao mundo, ensinamos aos alunos através da vivencia real de problemas e empreendimentos reais. Estamos falando em dar liberdade para o aluno criar, e deixar que ele descubra o que deve aprender para atingir suas metas.”
Sobre a conduta do professor e dos pais: “Como lidar com o aluno de forma a dotá-lo com características que se tornarão os alicerces para o seu sucesso no futuro? Pense como criança. Quais são os seus interesses? A criança precisa brincar, rir, sonhar, aprontar, testar os adultos, imaginar, construir, desconstruir, investigar... Precisa de tudo isso e do respeito dos pais e professores pelos seus sentimentos e ações. Elas são seres humanos completos e complexos, possuem sentimentos tal como um adulto. Por mais que, para nós, as situações possam parecer bobas e irrelevantes, para as crianças elas são muito importantes. Respeitar a infância é fundamental. Esse respeito não se trata de entregar as respostas para as crianças ou fazer tarefas simples por elas. Trata-se de ter paciência com as suas limitações, incentivar o seu desenvolvimento, a sua busca pelas respostas e até mesmo pelas próprias perguntas. A criança pode e deve ser o agente ativo de sua aprendizagem. Para isso é preciso que ela tenha o poder de escolha, que pergunte, responda, que avalie, corrija, tente novamente, que aprenda.”
Caso queira adquirir um exemplar acesse o site: www.vivencionismo.com.br

Produto Testado #6: Omo líquido, cera Granado

1. Omo Líquido
Pedi uma amostra de Omo Líquido e fiquei um tempão morrendo de curiosidade pra testar o produto. Quando eu achava que não ia receber mais, olha minha amostrinha chegando. Demorou, acho que uns 3 meses, credo (rsrs).
Realmente faz o que promete, mas encontrei um ponto negativo: pra mim que sou alérgica (tenho bronquite asmática) achei o cheirinho bem forte, espirrei muito quando usei, porém as roupas ficaram maravilhosas.
Peça sua amostra grátis pelo link~> http://www.omo.com.br/produtos/omo-liquido

2. Cera Nutritiva para Unhas e Cutículas Granado
Esta cera nutritiva hidrata as cutículas sem melecar muito. Por ter uma embalagem pequena e prática, pode-se levar na bolsa e passar sempre que puder. Comecei a usar porque minhas unhas estão muito quebradiças (devido o hipotireoidismo). Percebi uma leve mudança em minhas cutículas, devo estar usando a uns 5 meses; ainda estou deixando minhas unhas curtas e usando postiças em festas até as partes finas e quebradas saírem. Custa aproximadamente R$12,00 e encontra-se em farmácias e alguns supermercados.

Aguardando a chegada de Otavio.

Aguardando a chegada de Otavio.
Abençoada seja sua vinda, meu filho!

Foto: meu amor Anderson

Foto: meu amor Anderson

Foto: pais Josedino e Conceição

Foto: pais Josedino e Conceição

botão redes sociais