Google Tradutor

Quem sou eu

Minha foto
Espírito Santo, Brazil
Professora Educação Infantil. Costumo ser reservada e tímida, ás vezes gosto de ficar sozinha. Vivo o presente. Sou do tipo de pessoa que vive o “aqui e agora”. Não gosto deixar nada pra depois. Preciso de liberdade e independência para fazer minhas próprias coisas. Alegria sempre. Nada de ficar reclamando das dificuldades. Deus conhece nossa capacidade. "Posso não saber o quanto vou ter que caminhar, mas eu continuarei andando e sorrindo. Vou aprendendo a viver e a conviver. Levo comigo uma bagagem cheia de decepções, momentos felizes e alguns não muito.. meus erros, minhas lágrimas, minhas derrotas e vitórias... Não quero ser perfeita , eu quero é cair e levantar rindo... levantar e limpar as mãos e os joelhos e me preparar para correr de novo ,dessa vez mais rápido ainda. Se não quiser que eu te decepcione não faça demasiadas expectativas..."

Marcadores

domingo, 27 de outubro de 2013

Terror Noturno

Certa noite, meu bebê acordou chorando muito e chamando “mã-mã-mã”.

No momento meu instinto fez-me pegá-lo logo no colo pra acalentar. Por uns 15min tentei mostrar que eu estava ali e não precisava sentir medo de nada.

Aos poucos Otávio foi se acalmando e voltou a dormir tranquilamente.

Pesquisando num site de busca descobri que provavelmente ele passou pelo “Terror Noturno”.

Fonte 1:Bebê Abril
Fonte 2: Baby Center

Terror noturno é um transtorno do sono misterioso, que ocorrem quando a criança está numa fase em que dorme profundamente, mas não sonha.

Durante uma crise de terror noturno, a criança pode chorar, gritar, gemer, sentar na cama e se debater. Mesmo que ela esteja de olhos abertos, não sabe que você está ali e não se acalma. A crise pode durar alguns minutos ou até mais de meia hora, e, depois que passa, a criança volta a dormir. No dia seguinte, não vai lembrar de nada.

Claro que seu primeiro instinto vai ser tentar acalmar seu filho. Os especialistas recomendam nem mesmo falar com a criança ou pegá-la no colo, porque isso pode prolongar o episódio.

Para evitar que o terror noturno aconteça:

·  veja se ele está dormindo o suficiente. Crianças que ficam cansadas demais têm mais tendência a passar por terrores noturnos.

·  prolongue a soneca da tarde, deixe-o dormir um pouco mais de manhã ou então coloque-o na cama mais cedo à noite.

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

2º Perfil deTurma (2 anos)

Redigi este relatório sobre minha atual turma de 2 anos (Grupo II).
Obs.: Todos os meus relatórios estão postados aqui no blog. Não envio nem escrevo relatórios para terceiros.
......................................

O grupo II-B, composto por 18 crianças, atualmente está com 10 meninas e 08 meninos, sendo que apenas uma menina frequenta o ambiente escolar integralmente. São crianças assíduas, faltando geralmente somente quando adoecem.

Ao chegar à instituição escolar, os pais deixam as crianças no portão principal sendo recebidas pela monitora, onde são encaminhadas para sala de aula sendo recepcionadas por mim. As crianças já conhecem o combinado de deixar sua bolsa sobre a mesa e as garrafinhas de água na bandeja para depois sentarem-se no tatame para o momento da rodinha de conversa ou cantigas. Algumas crianças, por terem um comportamento mais ativo e extrovertido, costumam ignorar esse combinado, ficando pulando ou mexendo em alguns objetos pela sala. Preciso sempre estar chamando a atenção para que essas crianças lembrem-se dessa norma da sala.

Durante as rodinhas de conversa, todos os envolvidos (crianças ou adultos) conhecem e utilizam os nomes dos colegas. Gostam de conversam sobre tudo, principalmente sobre passeios feitos com familiares. A maioria escuta com atenção a fala do colega, os demais, costumam relatar outros fatos ao mesmo tempo que escutam outras falas.

Todas as crianças conhecem as bolsas e garrafinhas dos demais colegas onde estão sempre lembrando uns aos outros de guardar em seu devido local. Na sala há disponível duas mesas com cadeiras onde intercalo grupinhos para o momento da atividade. Quando proponho uma atividade coletiva costumo fazer no chão, pois as mesas não comportam toda a turma num único momento. Ao término das atividades ou brincadeiras oriento para a organização da sala, onde já conhecem os devidos locais para guardar todo o material utilizado. Demonstram cuidado com os materiais utilizados durante as atividades e objetos produzidos individualmente ou em grupo.

Neste período foram trabalhadas atividades relacionadas ao projeto “Família de Leitores” e confeccionamos objetos com sucata para ilustrar o painel coletivo da escola com o tema “Cultura Nordestina”. As crianças apresentaram-se naturalmente curiosas, participando com afinco das atividades.

Com relação à linguagem oral as crianças estão desenvolvendo bem sua dicção e também não tiveram dificuldade para expressar suas necessidades. São bastante comunicativos. Sempre relatam fatos de seu cotidiano seja durante as brincadeiras ou numa roda de conversa. Mesmo aquelas que antes quase não se ouvia sua voz, agora comunica-se com um pouco mais de desenvoltura, de maneira simples.

Contar histórias é um momento muito prazeroso para a turma, principalmente quando envolvem personagens animais. A biblioteca é um ambiente muito apreciado pelas crianças, onde ouvem histórias associando com algum momento de sua vida.

Com relação à psicomotricidade que engloba esta faixa etária, a música e o movimento possibilitaram o desenvolvimento da coordenação global dos educandos. É possível, perceber que os alunos, já fazem uso do equilíbrio, o que vem ampliando progressivamente a destreza para deslocarem-se no espaço em atividades que exijam movimentos como, correr, pular, engatinhar, arrastar, rolar e etc.

A turma, além das atividades habituais em sala, também participa semanalmente de aulas de Múltiplas Linguagens, onde também são oferecidos materiais diversificados para as atividades artísticas. Apreciam muito quando lhe são oferecidos materiais com texturas diferentes e tintas. Tento sempre expor suas produções coletivas pelo corredor próximo à sala de aula, já as produções individuais deixo expostas na própria sala.

O momento do parquinho é muito aguardado pelas crianças. Deixam os sapatos guardados na sal e me ajudam levar um saco com sucatas (pás, latas, baldinhos, carrinhos, potes) para brincarem na areia. Já conseguem juntar-se em grupinhos para organizar as brincadeiras onde oriento sobre cuidados necessários durante essas brincadeiras num local mais aberto.

Costumam circular por diferentes locais na escola. às vezes peço que formem filas, outras peço que andem de mãos dadas com os colegas, outras deixam que andem mais livremente, vivenciando diferentes maneiras de se relacionarem-se.

Os momentos de refeição são bem agradáveis. A monitora e eu sempre ajudamos no momento de servir e oriento para provar novos alimentos ou no caso de rejeição, para que deixe num canto do prato. Percebo que não apreciam quando lhe são servidos alimentos mais incrementados como arroz temperado, strogonofe, preferindo os mais simples como arroz branco, salada, empanado, feijão.

As crianças que faziam uso de fraldas já utilizam o banheiro corretamente. Como na sala tem um banheiro, já possuem autonomia para utilizarem sozinhos, sendo orientados para fazerem a higienização correta.

A turma não tem um momento para o sono, entretanto apenas uma criança ainda necessita desse tempo. Costuma dormir em qualquer lugar quando o sono chega (mesmo no refeitório). A monitora o encaminha para a sala preparando um cantinho com colchonete para que possa repousar.

O relacionamento entre as crianças costuma ser bastante agitado, devido seu comportamento ativo e questionador.

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

1º Aniversário Otávio

Parabéns e muitas bênçãos, meu amorzinho!
A um ano atrás o Senhor me presenteava com a benção da maternidade e, hoje você está em nossas vidas alegrando-nos com suas travessuras e sorrisos.
Bem... o que aprendi nesse primeiro aninho? 
A não me desesperar quando ele cai e chora, afinal tenho que ser um porto seguro pro meu filhote,
-Que tudo bem deixar a casa um pouco bagunçada: faz parte do crescimento,
-Que aprecio ainda mais histórinhas e dvd’s infantis,
-Chupar pirulito e se melecar é bom demais,
-Que adoro brincar de carrinho,
-Que adoro cantar músicas da galinha pintadinha e do Patati Patatá,
-A ter mais cuidado na troca de fraldas e me desviar daquele xixizinho e mesmo quando me acerta, realmente é muito engraçado (como é bom de pontaria esse moleque, kkkkkkk),
-Que mais do que nunca é uma delícia beijar, principalmente aquele beijinho todo babado,
-Que é importante ter um horário pra tudo: comer, dormir,etc.

Otávio completou seu 1º aninho no dia 28/setembro, mas a festinha só foi comemorada no feriado de 12/outubro, para que as tias mineiras pudessem vir prestigiar esse momento. As tias capixabas também compareceram com muita alegria e orgulho. 

Beijinhos a todos que puderam comparecer a esse momento tão especial! A quem não pode vir, também mando beijinhos e esperamos vocês na próxima, tá!

Adorei meus presentinhos!

Papai Anderson todo orgulhoso.

Quem é esse povo todo aqui atrás? kkkkk

papai Anderson, mamãe Karine, Otávio, vovô Josedino e vovó Conceição

Otávio se divertiu muito no pula-pula

acima: enfeites do bolo
embaixo: lembrancinhas da festa com tema Patati e Patatá


posando com meu primo Rafael

Ajuda aqui papai, sopra bem forte tá!

primo Pedro, tia-avó Cida, Otávio, vovô Josedino, vovó Conceição

tia-avó Geralda, vovó, eu e vovô

Meu bolinho estava uma delícia!

Beijinho pro meu companheiro Patatá.

Gostou da minha festinha Patatá? Ai, cansei minha beleza! rsrsrs

presentinhos

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

1º aninho do meu filho Otávio

Parabéns e muitas bençãos, meu amorzinho!
A um ano atrás o Senhor me presenteava com a benção da maternidade e, hoje você está em nossas vidas alegrando-nos com suas travessuras e sorrisos.
Bem... o que aprendi nesse primeiro aninho? 
·        - A não me desesperar quando ele cai e chora, afinal tenho que ser um porto seguro pro meu filhote,
-Que tudo bem deixar a casa um pouco bagunçada: faz parte do crescimento,
-Que aprecio ainda mais histórinhas e dvd’s infantis,
-Chupar pirulito e se melecar é bom demais,
-Que adoro brincar de carrinho,
-Que adoro cantar músicas da galinha pintadinha e do Patati Patatá,
-A ter mais cuidado na troca de fraldas e me desviar daquele xixizinho e mesmo quando me acerta, realmente é muito engraçado (como é bom de pontaria esse moleque, kkkkkkk),
-Que mais do que nunca é uma delícia beijar, principalmente aquele beijinho todo babado,
-Que é importante ter um horário pra tudo: comer, dormir,etc.

Papai Anderson e mamãe Karine ajudando a soprar a velinha

"Deixa papai se distrair que eu pego esses dois camaradas em cima do meu bolo."

Vovô Josedino e vovó Conceição: paparicos mil.

primo Pedro, tia-avó Cida, Otávio, vovô e vovó

tia-avó Geralda, vovó, Otávio, vovô

Aprontando no pula-pula: "Me segura mãe!"

"Tá gostando da minha festinha Patatá?"

"Beijinho no meu amigo. Smack!"

"Ai companheiro, cansei minha beleza."

Acima: enfeites do bolo.
Abaixo: lembrancinhas (créditos à Penha Rocha Fantin)

"Adorei minha motoquinha. Quer uma carona?"

Meus presentes

1º Aniversário de Otávio

Parabéns e muitas bênçãos, meu amorzinho!
A um ano atrás o Senhor me presenteava com a benção da maternidade e, hoje você está em nossas vidas alegrando-nos com suas travessuras e sorrisos.
Bem... o que aprendi nesse primeiro aninho? 
A não me desesperar quando ele cai e chora, afinal tenho que ser um porto seguro pro meu filhote,
-Que tudo bem deixar a casa um pouco bagunçada: faz parte do crescimento,
-Que aprecio ainda mais histórinhas e dvd’s infantis,
-Chupar pirulito e se melecar é bom demais,
-Que adoro brincar de carrinho,
-Que adoro cantar músicas da galinha pintadinha e do Patati Patatá,
-A ter mais cuidado na troca de fraldas e me desviar daquele xixizinho e mesmo quando me acerta, realmente é muito engraçado (como é bom de pontaria esse moleque, kkkkkkk),
-Que mais do que nunca é uma delícia beijar, principalmente aquele beijinho todo babado,
-Que é importante ter um horário pra tudo: comer, dormir,etc.

Otávio completou seu 1º aninho no dia 28/setembro, mas a festinha só foi comemorada no feriado de 12/outubro, para que as tias mineiras pudessem vir prestigiar esse momento. As tias capixabas também compareceram com muita alegria e orgulho. 

Beijinhos a todos que puderam comparecer a esse momento tão especial! A quem não pode vir, também mando beijinhos e esperamos vocês na próxima, tá!

Adorei meus presentinhos!

Papai Anderson todo orgulhoso.

Quem é esse povo todo aqui atrás? kkkkk

papai Anderson, mamãe Karine, Otávio, vovô Josedino e vovó Conceição

Otávio se divertiu muito no pula-pula

acima: enfeites do bolo
embaixo: lembrancinhas da festa com tema Patati e Patatá


posando com meu primo Rafael

Ajuda aqui papai, sopra bem forte tá!

primo Pedro, tia-avó Cida, Otávio, vovô Josedino, vovó Conceição

tia-avó Geralda, vovó, eu e vovô

Meu bolinho estava uma delícia!

Beijinho pro meu companheiro Patatá.

Gostou da minha festinha Patatá? Ai, cansei minha beleza! rsrsrs

presentinhos

Aguardando a chegada de Otavio.

Aguardando a chegada de Otavio.
Abençoada seja sua vinda, meu filho!

Foto: meu amor Anderson

Foto: meu amor Anderson

Foto: pais Josedino e Conceição

Foto: pais Josedino e Conceição

botão redes sociais