Google Tradutor

Quem sou eu

Minha foto
Espírito Santo, Brazil
Professora Educação Infantil. Costumo ser reservada e tímida, ás vezes gosto de ficar sozinha. Vivo o presente. Sou do tipo de pessoa que vive o “aqui e agora”. Não gosto deixar nada pra depois. Preciso de liberdade e independência para fazer minhas próprias coisas. Alegria sempre. Nada de ficar reclamando das dificuldades. Deus conhece nossa capacidade. "Posso não saber o quanto vou ter que caminhar, mas eu continuarei andando e sorrindo. Vou aprendendo a viver e a conviver. Levo comigo uma bagagem cheia de decepções, momentos felizes e alguns não muito.. meus erros, minhas lágrimas, minhas derrotas e vitórias... Não quero ser perfeita , eu quero é cair e levantar rindo... levantar e limpar as mãos e os joelhos e me preparar para correr de novo ,dessa vez mais rápido ainda. Se não quiser que eu te decepcione não faça demasiadas expectativas..."

Marcadores

terça-feira, 22 de abril de 2014

Feriado de Páscoa em Nova Almeida-ES

Nossa, faz tempo que não venho aqui falar um pouquinho da minha vida. Também, trabalhando os dois horários, cuidando da casa, do marido, do baby e de quebra dando uma atenção pros meus pais está difícil achar um tempinho na agenda (celebridade é outro naipe, né, kkkkkk).

Bem, este ano estou com duas turminhas bem serelepes: 2 e 4 anos. Mesmo com suas peraltices são meus amorzinhos.

Por falar em amorzinho, Otávio está agora com 1ano e 6 meses de pura bagunça. (kkkkk) E está enoooormeeee! Segundo pediatra, ele etá com peso e tamanho de uma criança de 4 anos. Colo esquece. Mamãe aqui está toda torta.

Aqui posto algumas fotos de nosso passeio numa casa de praia. Imagina uma criaturinha solta num espaço amplo gramado e de quebra com vários patos e galinhas.




sexta-feira, 4 de abril de 2014

1º Perfil de Turma (grupo IV - 4 anos)

O grupo IV-B é composto por 19 crianças sendo 08 do sexo masculino e 11 do sexo feminino, onde até o momento nenhuma frequenta integralmente o ambiente escolar e, duas necessitam de transporte público municipal para chegar à instituição escolar. São crianças assíduas faltando somente em virtude de doença ou motivos justificáveis. Nota-se que os responsáveis, em sua maioria, são os próprios pais ou avós.
Durante o período de adaptação do grupo, algumas crianças mostraram-se chorosas, porém aos poucos foram acalmando-se quando acalentei e incentivei-os a participar das brincadeiras com os colegas. Até o final deste trimestre, já demonstram estar adquirindo mais confiança e autonomia perante o grupo, cessando o choro e buscando a resolução de conflitos mais simples através de minhas intervenções.
O relacionamento do grupo comigo é tranqüilo, conversamos bastante. São crianças amorosas que gostam de dar e receber carinho e, principalmente os meninos apreciam momentos onde participo ativamente de suas conversas. Apesar de se relacionarem bem entre si já está aparecendo as preferências de amizade, geralmente distinguindo entre os sexos.
O grupo aprecia brincadeiras livres no parquinho (principalmente o escorregador e os balanços), jogos e peças de encaixe, onde permitem uma maior interação entre eles. Também gostam dos momentos na videoteca, seja para ouvir uma história (preferência de temas que abordem seu cotidiano) ou mesmo assistir um DVD que apresenta cenas de ação e comédia com as personagens (por exemplo, o filme “Turbo” e “Os Croods” que pedirem pra reprisar). Notei que uma menina fica apreensiva quando vai à videoteca por ter medo dos personagens “Patati Patatá”, chorando; já relatei à mãe e confirmou o fato.

Todas as crianças alimentam-se sozinhas, fazendo uso adequado dos talheres. No momento, nenhuma criança apresenta alergia ou intolerância à lactose. Já iniciei a escovação após o almoço, onde entrego a escovinha a cada criança e as mesmas fazem a higienização bucal no banheiro.

quarta-feira, 2 de abril de 2014

1º Perfil de Turma (grupo II - 2 anos)

O grupo II-B é composto por 17 crianças sendo 10 do sexo masculino e 07 do sexo feminino, onde até o momento nenhuma frequenta integralmente o ambiente escolar. São crianças assíduas faltando somente em virtude de doença ou motivos justificáveis. Nota-se que os responsáveis, em sua maioria, são os próprios pais.
Durante o período de adaptação do grupo, a maioria das crianças chorou ao despedir-se do familiar, por ser seu primeiro contato com o ambiente. Contudo, aos poucos foram acalmando-se quando acalentados e incentivados a participar das brincadeiras com os colegas. Até o final deste trimestre, poucas crianças ainda choram ao chegar à sala de aula, demonstrando estar adquirindo mais confiança e autonomia perante o grupo.
São crianças pouco falantes, porém mesmo através de gesticulações e expressões, conseguem interagir nas brincadeiras do grupo ou mesmo comunicar seus desejos e necessidades seja pra mim quanto para a monitora. Sempre estou conversando ou cantando cantigas para que possa envolver mais as crianças nas rodinhas e nos ambientes externos (refeitório, parquinho, gramado), além da monitora também estar em constante diálogo com todos.
Percebi a necessidade de trabalhar as normas sociais imediatamente, pois a turma mostra-se bem agitada e alguns demonstram um comportamento inadequado e agressivo algumas vezes como jogar brinquedos, morder e empurrar. Já estamos conversando com as crianças sobre estas práticas nada sociáveis e estimulando mais brincadeiras e atividades em grupo onde ocorra cuidado com os materiais e carinho com os colegas.
O grupo aprecia brincadeiras no parquinho (principalmente o escorregador). Também gostam de algumas histórias que envolvam animais, apesar de seu tempo de concentração ser bem curto, próprio da idade.

Todas as crianças alimentam-se sozinhas, algumas têm um pouco mais de dificuldade na utilização dos talheres (ao levar a colher à boca, ou segurar o copo) devido tamanho dos materiais serem grandes. Nesse momento ajudamos essas crianças na alimentação seja na orientação quanto referente ao seu manuseio. No grupo, apenas uma criança necessita de atenção quanto à alimentação servida por ser alérgica a determinados alimentos (trouxe laudo médico); no qual raramente pedimos para que seja substituído, pois cardápio escolar condiz com suas necessidades.

Aguardando a chegada de Otavio.

Aguardando a chegada de Otavio.
Abençoada seja sua vinda, meu filho!

Foto: meu amor Anderson

Foto: meu amor Anderson

Foto: pais Josedino e Conceição

Foto: pais Josedino e Conceição

botão redes sociais