Google Tradutor

Quem sou eu

Minha foto
Espírito Santo, Brazil
Professora Educação Infantil. Costumo ser reservada e tímida, ás vezes gosto de ficar sozinha. Vivo o presente. Sou do tipo de pessoa que vive o “aqui e agora”. Não gosto deixar nada pra depois. Preciso de liberdade e independência para fazer minhas próprias coisas. Alegria sempre. Nada de ficar reclamando das dificuldades. Deus conhece nossa capacidade. "Posso não saber o quanto vou ter que caminhar, mas eu continuarei andando e sorrindo. Vou aprendendo a viver e a conviver. Levo comigo uma bagagem cheia de decepções, momentos felizes e alguns não muito.. meus erros, minhas lágrimas, minhas derrotas e vitórias... Não quero ser perfeita , eu quero é cair e levantar rindo... levantar e limpar as mãos e os joelhos e me preparar para correr de novo ,dessa vez mais rápido ainda. Se não quiser que eu te decepcione não faça demasiadas expectativas..."

Marcadores

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Pintura Puf

Fonte: Wikihow

Mistura da massa (deixar na consistência de massa de bolo):
  • 1 colher de sopa de farinha de trigo com fermento
  • 1 colher de sopa de sal
  • 7 colheres de sopa de água
  • Corante para alimentos da sua escolha
Deixei as crianças misturarem e coloquei cada massa num recipiente para ketchup, o que facilitou o desenho. Depois, coloquei no microondas aproximadamente 30 segundos (depende da potência) para dar o efeito puf.





terça-feira, 28 de novembro de 2017

2º Registro avaliativo (berçário grupoI)

Obs.: Identidade da criança foi preservada. Primeiro parágrafo em comum referente ao perfil da turma.

-> Criança 1
Encerramos o ano com os projetos ”Vila sem cárie” e a “Comunidade de leitores”, com muito empenho e satisfação de todo grupo e familiares. Nesse semestre trabalhamos atividades seqüenciadas referentes ao poema “Leilão de jardim, de Cecília Meireles” através de pinturas, colagens, molde vazado, brincadeiras dirigidas, músicas, contação de histórias, apresentações, além da exposição com o apoio dos familiares da comunidade escolar.
O EU, O OUTRO, O NÓS: João é uma criança que mantém um bom relacionamento com os adultos da sala, entretanto costuma ter atitudes agressivas quando próximo aos colegas, sem um motivo aparente. Quase não escuto sua voz, comunicando-se com poucas palavras e balbucios, geralmente indicando com o dedinho seus desejos. Está aprendendo a compartilhar os brinquedos da sala com os demais colegas, ás vezes gera conflitos na qual interfiro para amenizar a situação.
CORPO, GESTOS E MOVIMENTOS: Durante as atividades que envolvem movimento e o corpo, experimenta as possibilidades de seu corpo ao subir, descer, escalar, pular, correr, principalmente quando estamos no parquinho ou mesmo durante atividades dirigidas. Sua coordenação e equilíbrio ainda estão em progressivo desenvolvimento, mesmo apreciando participar de todas as atividades propostas. Ainda apresenta dificuldade em compreender algumas normas de convívio, mesmo após minhas intervenções continua desrespeitando essas normas (jogar areia nos colegas, bater, correr na sala).
TRAÇOS SONS, FORMAS, CORES E IMAGENS: Quando estão dispostos materiais, já tenta riscar e deixar sua marca sobre o suporte, de maneira desordenada e observando o que o colega ao lado está fazendo. Por algumas vezes tenta levar á boca ou passar em outro colega. Ainda não demonstrou interesse em assistir pequenos filmes. Nos momentos de brincadeiras cantadas, sorri, bate palmas e quando há fonte sonora tenta produzir algum som, até mesmo com os brinquedos disponíveis.
ESCUTA, FALA, PENSAMENTO E IMAGINAÇÃO: Costuma reconhecer quando o chamamos pelo nome e indica seus colegas quando também citamos seu nome. Aprecia escuta de histórias, mesmo tendo um tempo curto de concentração onde é necessário intervir, ás vezes chamando pelo seu nome ou deixando-o mais próximo de uma apei. Dificilmente tenta imitar meus gestos ou entonações no momento de contação de histórias. Reconhece quando o chamam pelo nome, onde procura quem lhe chama e aguarda o comando ou comentário. Também reconhece o nome de alguns colegas quando o questiono e suas respectivas mochilas.

ESPAÇOS, TEMPOS, QUANTIDADES, RELAÇÕES E TRANSFORMAÇÕES: Mesmo sendo pouca sua oralidade, consegue indicar com a mão quando questiono sobre onde está cada parte de seu corpo. Vem adquirindo conhecimentos para relacionar fatos ligados ao tempo (chuva, sol, frio, calor), além de ter muita curiosidade ao manipular objetos variados.

-> Criança 2
Encerramos o ano com os projetos ”Vila sem cárie” e a “Comunidade de leitores”, com muito empenho e satisfação de todo grupo e familiares. Nesse semestre trabalhamos atividades seqüenciadas referentes ao poema “Leilão de jardim, de Cecília Meireles” através de pinturas, colagens, molde vazado, brincadeiras dirigidas, músicas, contação de histórias, apresentações, além da exposição com o apoio dos familiares da comunidade escolar.
O EU, O OUTRO, O NÓS: Maria é uma criança que mantém um bom relacionamento com os adultos da sala, entretanto costuma ter atitudes agressivas quando próximo aos colegas, sem um motivo aparente. Quase não escuto sua voz, comunicando-se por balbucios, geralmente indicando com o dedinho seus desejos. Está aprendendo a compartilhar os brinquedos da sala com os demais colegas, ás vezes gera conflitos na qual interfiro para amenizar a situação. A mãe comentou que a menina tem uma restrição alimentar (fubá, chocolate, batata), porém não encontrei o laudo médico anexado em sua ficha de matrícula.
CORPO, GESTOS E MOVIMENTOS: Durante as atividades que envolvem movimento e o corpo, experimenta as possibilidades de seu corpo ao subir, descer, escalar, pular, correr, principalmente quando estamos no parquinho ou mesmo durante atividades dirigidas. Sua coordenação e equilíbrio ainda estão em progressivo desenvolvimento, mesmo apreciando participar de todas as atividades propostas. Ainda apresenta dificuldade em compreender algumas normas de convívio, mesmo após minhas intervenções continua desrespeitando essas normas (jogar areia nos colegas, bater, correr na sala).
TRAÇOS SONS, FORMAS, CORES E IMAGENS: Quando estão dispostos materiais, já tenta riscar e deixar sua marca sobre o suporte, de maneira desordenada e observando o que o colega ao lado está fazendo. Por algumas vezes tenta levar á boca ou passar em outro colega. Ainda não demonstrou interesse em assistir pequenos filmes. Nos momentos de brincadeiras cantadas, sorri, bate palmas e quando há fonte sonora tenta produzir algum som, até mesmo com os brinquedos disponíveis.
ESCUTA, FALA, PENSAMENTO E IMAGINAÇÃO: Costuma reconhecer quando a chamamos pelo nome e indica seus colegas quando também citamos seu nome. Aprecia escuta de histórias que envolvem animais, mesmo tendo um tempo curto de concentração onde é necessário intervir, ás vezes chamando pelo seu nome ou deixando-a mais próximo de uma apei. Dificilmente tenta imitar meus gestos ou entonações no momento de contação de histórias. Reconhece quando a chamam pelo nome, onde procura quem lhe chama e aguarda o comando ou comentário. Também reconhece o nome de alguns colegas quando o questiono e suas respectivas mochilas.
ESPAÇOS, TEMPOS, QUANTIDADES, RELAÇÕES E TRANSFORMAÇÕES: Mesmo sendo pouca sua oralidade, consegue indicar com a mão quando questiono sobre onde está cada parte de seu corpo. Vem adquirindo conhecimentos para relacionar fatos ligados ao tempo (chuva, sol, frio, calor), além de ter muita curiosidade ao manipular objetos variados.

->Criança 3
Encerramos o ano com os projetos ”Vila sem cárie” e a “Comunidade de leitores”, com muito empenho e satisfação de todo grupo e familiares. Nesse semestre trabalhamos atividades seqüenciadas referentes ao poema “Leilão de jardim, de Cecília Meireles” através de pinturas, colagens, molde vazado, brincadeiras dirigidas, músicas, contação de histórias, apresentações, além da exposição com o apoio dos familiares da comunidade escolar.
O EU, O OUTRO, O NÓS: É uma criança muito expressiva e que tem um bom relacionamento tanto com os colegas de sala quanto com os adultos. Conversa com todos, expressando bem seus desejos, onde também relata alguns fatos de seu cotidiano. Já consegue compartilhar os brinquedos da sala durante brincadeiras em grupo, poucas vezes tenho que intervir quando acontece algum atrito com um colega.
CORPO, GESTOS E MOVIMENTOS: Aprecia quando é proposto atividades que permite uma maior movimentação corporal, onde explora suas possibilidades para subir, descer, escalar, pular, correr entre outros. No parquinho, interage com todos à sua volta, com destreza e agilidade. Está em processo de compreensão das normas de convívio, às vezes quando preciso chamar sua atenção fica séria me ouvindo explicar a situação, tenta dar uma desculpa e logo vai de encontro ao grupo. Aprecia os momentos de escovação, o que faz com naturalidade.
TRAÇOS SONS, FORMAS, CORES E IMAGENS: Aprecia me observar organizar materiais que lhe permite traçar marcas gráficas, onde senta-se à mesa e me pede pra fazer sua tarefinha. Atende aos comandos das atividades fazendo-o com desenvoltura e alegria. Também participa com muito interesse e curiosidade das brincadeiras cantadas e melodias, onde gosta de cantar várias músicas pegando objetos imaginando ser um microfone.
ESCUTA, FALA, PENSAMENTO E IMAGINAÇÃO: Aprecia quando leio histórias, mesmo sendo sua concentração curta, própria da idade. Costuma fazer comentários e imitar os sons de objetos e entonações de animais e pessoas inseridos na história em questão. Reconhece quando a chamam pelo nome, onde procura quem lhe chama e questiona o que quero no momento. Também reconhece o nome dos colegas quando a questiono e suas respectivas mochilas.
ESPAÇOS, TEMPOS, QUANTIDADES, RELAÇÕES E TRANSFORMAÇÕES: Demonstra muita curiosidade quanto à manipulação de objetos e materiais, onde explora sua utilização, quando descobre algo novo vem mostrar tanto para os adultos da sala quanto também compartilha a novidade com os demais colegas. Reconhece partes de seu corpo quando a questiono, onde indica com a mão onde está, além de nomeá-las oralmente.

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

2º Registro avaliativo (2 anos)

Obs.: Identidade da criança foi preservada. Primeiro parágrafo em comum referente ao perfil de turma.
Obs.: APEI: auxiliar de professor da Educação Infantil

->Criança 1
Encerramos o ano com os projetos ”Vila sem cárie” e a “Comunidade de leitores”, com muito empenho e satisfação de todo grupo e familiares, dando continuidade ao trabalho do Plano Geral da Ação Didática com base na Proposta Pedagógica, respeitando o cuidar e educar. Nesse semestre trabalhamos atividades seqüenciadas referentes ao poema “Leilão de jardim, de Cecília Meireles” através de pinturas, colagens, molde vazado, brincadeiras dirigidas, músicas, contação de histórias, cantinho da leitura com livros de histórias variados, ilustrações com giz de cera ou canetinha, apresentações, além da exposição com o apoio dos familiares da comunidade escolar.
O EU, O OUTRO, O NÓS. É uma criança que vem ampliando seu círculo de amizades, onde já brinca com todos na sala, o que permitiu ampliar seu vocabulário. Entretanto, essa socialização ainda se dá de maneira conflituosa, onde preciso intervir seja explicando-o as normas de convívio ou ficando mais próxima dele. Costuma resolver seus conflitos sozinho, nem sempre de maneira amigável; quando interfiro recusa minha ajuda, chora e tenta pegar o brinquedo do colega somente para largar em outro local.
CORPO, GESTOS E MOVIMENTOS. Constantemente testa seus movimentos, principalmente na área externa como o parquinho. Participa com desenvoltura e prazer dos momentos sociais, mostrando segurança ao realizar as coreografias ensaiadas, com um sorriso no rosto, principalmente quando o elogiamos. Vem se apropriando das normas de convívio, onde nem sempre consegue compreendê-las, o que causa alguns conflitos com os colegas de sala.
TRAÇOS SONS, FORMAS, CORES E IMAGENS.  Quando estão dispostos materiais variados, aprecia riscar e testar marcas gráficas sobre diferentes suportes. Entretanto, insiste em riscar as produções dos demais colegas, quando o interrompo ri e tenta novamente riscar ou pegar o material do colega para jogar no chão. Seu tempo de concentração é muito curto, quando o chamo para participar de rodas de cantigas e danças, primeiro observa o que faço e depois vai procurar um brinquedo.
ESCUTA, FALA, PENSAMENTO E IMAGINAÇÃO. Reconhece quando o chamam pelo nome, onde presta atenção ao comando, mesmo que nem sempre atende a eles. Também reconhece o nome dos colegas quando o questiono e suas respectivas mochilas. Seu tempo de concentração é muito curto, o que dificulta sua escuta no momento da contação de histórias, pois preciso colocá-lo junto a mim ou da apei Ana, caso contrário costuma mexer com os colegas ao lado ou tenta conversar sobre outros assuntos tirando a concentração de todos. No faz de conta, interage com todos, aceitando papéis no momento da brincadeira, mesmo que em alguns momentos ocorrem atritos devido seu comportamento mais entusiasmado e ativo.

ESPAÇOS, TEMPOS, QUANTIDADES, RELAÇÕES E TRANSFORMAÇÕES.  Continua explorando as características dos objetos e materiais dispostos com desenvoltura, onde já tenta empilhar ou montar peças de encaixe; só preciso intervir quando à necessidade de compartilhar com os demais colegas sem atritos, mesmo seu interesse sendo pouco nesse momento em grupo, preferindo as atividades que envolvam pula e correr. 

->Criança 2
Encerramos o ano com os projetos ”Vila sem cárie” e a “Comunidade de leitores”, com muito empenho e satisfação de todo grupo e familiares, dando continuidade ao trabalho do Plano Geral da Ação Didática com base na Proposta Pedagógica, respeitando o cuidar e educar. Nesse semestre trabalhamos atividades seqüenciadas referentes ao poema “Leilão de jardim, de Cecília Meireles” através de pinturas, colagens, molde vazado, brincadeiras e atividades dirigidas, músicas, contação de histórias, cantinho da leitura com livros de histórias variados, ilustrações com giz de cera ou canetinha, apresentações, além da exposição com o apoio dos familiares da comunidade escolar.
O EU, O OUTRO, O NÓS. É uma criança ativa e muito expressiva. Seu relacionamento tem evoluído demonstrando mais afetuosidade durante os momentos coletivos, onde já fica em pequenos grupos para compartilhar brinquedos e delegar papéis numa brincadeira. Continua tendo boa aceitação com os alimentos oferecidos nessa instituição, onde já prova o que antes tinha dificuldade em aceitar. Vem resolvendo seus conflitos sem agressividade, costuma chamar a mim ou a apei Ana para ajudar nesses momentos.
CORPO, GESTOS E MOVIMENTOS. Continua apreciando explorar ambientes externos, por exemplo quando estamos brincando de faz de conta na quadra ou no ambiente gramado, onde explora com destreza os movimentos de seu corpo em conjunto com os demais colegas. Vem apropriando-se da compreensão das regras de convívio e, principalmente das regras durante as atividades dirigidas, respeitando sem muito conflito quando preciso intervir.
TRAÇOS SONS, FORMAS, CORES E IMAGENS. Continua apreciando deixar suas marcas em diferentes suportes sempre que proponho esta atividade com muita curiosidade, onde já não tenta somente imitar dos colegas como risca suas próprias marcas para expor para o grupo. Seu tempo de concentração aumentou, não necessitando tanto de minha intervenção para que eu tenha sua atenção para coreografar uma música ou cantigas gesticuladas. Ensaia com alegria ritmos e danças para o momento social, mesmo que nesse período com as demais crianças e adultos da instituição, apresente timidamente, seja repetindo alguns gestos da coreografia. Sua concentração para assistir vídeos também aumentou, preferencialmente quando aparecem personagens com animais e músicas.
ESCUTA, FALA, PENSAMENTO E IMAGINAÇÃO. Reconhece quando o chamam pelo nome, onde presta atenção ao comando, mesmo que nem sempre atende a eles. Também reconhece o nome dos colegas quando o questiono e suas respectivas mochilas. Aprecia escutar histórias, onde sorri e reproduz sons dos animais ou objetos que conhece quando aparece na história. Participa de roda de conversa quando questionado algo, geralmente com palavras simples e gesticulações. Durante as brincadeiras de faz de conta geralmente aceita os papéis que lhe são propostos pelos outros colegas, onde interage com alegria e curiosidade, por todo espaço também para socializar com os demais grupinhos formados durante a brincadeira.
ESPAÇOS, TEMPOS, QUANTIDADES, RELAÇÕES E TRANSFORMAÇÕES. Demonstra muita curiosidade quanto à manipulação de objetos e materiais, onde prefere observar o que irei fazer antes para depois reproduzir o que fiz. Reconhece partes de seu corpo quando o questiono, onde indica com a mão onde está, nomeando-a oralmente. Faz associação dos fenômenos da natureza com algo relacionado à sua vida, por exemplo quando chove percebe que não poderá ir brincar no parquinho pois está molhado, ou se faz muito sol lembra de um passeio que fez, ou se a mamãe lavou roupa e colocou ao sol pra secar, ou se poderemos ir fazer alguma atividade de faz de conta na área externa.

->Criança 3
Nesse semestre trabalhamos atividades seqüenciadas referentes ao poema “Leilão de jardim, de Cecília Meireles” através de pinturas, colagens, molde vazado, brincadeiras e atividades  dirigidas, músicas, contação de histórias, cantinho da leitura com livros de histórias variados, ilustrações com giz de cera ou canetinha, apresentações, além da exposição com o apoio dos familiares da comunidade escolar.
O EU, O OUTRO, O NÓS. É uma criança que aumentou seu círculo de amizades durante as brincadeiras, onde já se enturma com facilidade durante os grupos que se formam na sala, ou mesmo quando estamos socializando com outras turmas. Há casos em que numa brincadeira fica mais agitado e tenta abraçar com mais euforia os colegas o que surge conflitos, nem sempre aceita ser repreendido. Aumentou seu vocabulário onde se expressa com mais clareza utilizando frases mais elaboradas do que antes no início do ano letivo. Mesmo assim, ainda surge conflitos ao compartilhar brinquedos quando se faz necessário numa atividade coletiva ou dirigida, na qual preciso intervir conversando sobre a situação, o que nem sempre fica satisfeito e ainda assim tenta puxar o objeto e ir para outro lugar. Ainda preciso intervir no momento das refeições, pois costuma conversar e brincar esquecendo-se de se alimentar.
CORPO, GESTOS E MOVIMENTOS. Continua apreciando explorar ambientes externos, permitindo uma maior movimentação no espaço com destreza e equilíbrio. Vem se apropriando da compreensão das normas de convívio durante as brincadeiras em grupo. Participa das brincadeiras com ritmos e danças com animação, onde imita gestos e coreografias nas quais proponho, além de imitar também os colegas. Na apresentação dos momentos sociais fica mais tímido esquecendo-se da coreografia ensaiada, onde bate palmas e balança o corpo.
TRAÇOS SONS, FORMAS, CORES E IMAGENS. Ao utilizar os materiais para grafar diferentes suportes, costuma olhar o que o colega ao seu lado produziu e tenta reproduzir, mas já não se apropria do material dos demais colegas. Continua gostando de cantar músicas e dançar suas coreografias, mas fica um pouco mais tímido quando estamos apresentando para outras turmas durante os momentos sociais. Ao fazer leitura de imagens com livros, revistas ou histórias, mostra para um grupo de colegas e comenta fazendo associação a algum fato de seu cotidiano no qual lembrou no momento.
ESCUTA, FALA, PENSAMENTO E IMAGINAÇÃO. Durante um faz de conta, solta sua imaginação interpretando seu papel na brincadeira com alegria e já consegue delegar papéis para os demais colegas. Vem escutando mais as outras crianças quando participa da roda de conversa, o que antes acabava interferindo e cortando a fala dos demais.
ESPAÇOS, TEMPOS, QUANTIDADES, RELAÇÕES E TRANSFORMAÇÕES. Demonstra muita curiosidade quanto à manipulação de objetos e materiais, onde explora sua utilização, quando descobre algo novo vem mostrar tanto para os adultos da sala quanto também compartilha a novidade com os colegas. Ao observar fenômenos relacionados à chuva ou ao calor, só comenta algo caso algum colega faça relação senão dificilmente demonstra interesse nesses acontecimentos.

->Criança 4
Encerramos o ano com os projetos ”Vila sem cárie” e a “Comunidade de leitores”, com muito empenho e satisfação de todo grupo e familiares, dando continuidade ao trabalho do Plano Geral da Ação Didática com base na Proposta Pedagógica, respeitando o cuidar e educar. Nesse semestre trabalhamos atividades seqüenciadas referentes ao poema “Leilão de jardim, de Cecília Meireles” através de pinturas, colagens, molde vazado, brincadeiras e atividades  dirigidas, músicas, contação de histórias, cantinho da leitura com livros de histórias variados, ilustrações com giz de cera ou canetinha, apresentações, além da exposição com o apoio dos familiares da comunidade escolar.
O EU, O OUTRO, O NÓS. Vem ampliando seu círculo de amizades, onde já brinca com todos na sala, às vezes prefere um grupo de colegas onde fica por um tempo brincando. Essa interação permitiu a ampliação de seu vocabulário, melhorando a comunicação de seus desejos e necessidades. Quando surgem conflitos chama um dos adultos da sala para ajudar a solucionar o problema, mesmo assim continua chorando numa tentativa de que suas vontades sejam satisfeitas. Ainda tenho colocado-o entre os colegas quando vamos ao refeitório, o que diminui sua saída do local para correr ou ir até a sala sem um motivo aparente.
CORPO, GESTOS E MOVIMENTOS. Ao movimentar-se no espaço, continua apreciando explorar os ambientes externos, o que faz com destreza e desenvoltura. Vem adquirindo uma melhor compreensão das regras durante as atividades dirigidas, porém ainda preciso fazer intervenções para evitar demais conflitos com os colegas.
TRAÇOS SONS, FORMAS, CORES E IMAGENS. Nos momentos de cantigas ou roda de conversas, seu tempo de concentração aumentou, poucas vezes preciso intervir para direcionar seu olhar ao grupo quando necessário. Fica feliz quando elogio suas produções e gosta de fazer comentários sobre o que produziu, mesmo ainda sendo preciso lembrá-lo de variar os materiais utilizados para traçar em suas produções. Nos ensaios para os momentos sociais, demonstra pouco interesse, costumo ensaiar a coreografia antes junto ao grupo maior para depois ensaiá-lo sozinho ou com um grupinho menor numa tentativa de prender sua atenção para este momento, sem distrações.
ESCUTA, FALA, PENSAMENTO E IMAGINAÇÃO. Tem participado mais das rodas de conversa e dos momentos de histórias onde relata cenas e personagens. Nos momentos de faz de conta entra no mundo da imaginação, onde chama os colegas pra participar da brincadeira e também aguarda os passos dos colegas. No parquinho e em outros ambientes externos, solta mais sua imaginação aonde vem próxima a mim para relatar seu mundo de faz de conta.
ESPAÇOS, TEMPOS, QUANTIDADES, RELAÇÕES E TRANSFORMAÇÕES.  É uma criança que consegue relacionar os fenômenos da natureza com fatos de seu cotidiano. Por exemplo, quando chove sabe que não poderá ir ao parquinho por estar com a areia molhada ou se está muito calor, poderemos fazer atividades na área externa próxima à quadra.

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Ilustração de poema "Leilão de jardim" (Cecília Meireles)

Meu grupo II matutino (2/3anos) vem trabalhando com o poema de Cecília Meireles, Leilão de jardim. Confeccionei este livro coletivo com a ajuda de cada criança, onde ilustramos cada frase do poema.

Também passei vídeos sobre o poema disponibilizados no site Youtube e estamos ensaiando um momento social dançando o poema cantado (baixei a música desse vídeo).


Ao finalizar o ano, irei encadernar para que possa aproveitar o livrinho em meu trabalho pedagógico com outras turmas futuramente.

-colagem de picotes de eva.


-pintura de pedaços de caixas de ovos, lã.


-carimbo da ponta dos dedos.


-carimbo das mãos com guache, penas tingidas com anilina.


-massa modelar, lã, folhas secas, raspas de lápis.


-areia, lã, carimbo da ponta dos dedos com guache.


-carimbo mãos com guache.


-colagem de folhas secas, palitos fósforos, carimbo das pontas dos dedos com guache.


-carimbos das mãos e pontas dedos com guache.


-modelagem massinha, colagem areia e folhas secas.


-carimbos pontas dos dedos com guache, pintura rolinho papel higiênico.


-pintura pedaços de caixas de ovos, modelagem massinha.


-carimbo pé com guache, modelagem massinha, colagem areia.

Obs.: pra finalizar e garantir durabilidade, passei cola branca mas partes com areia, folhas e principalmente massinha de modelar, pois com o tempo pode apodrecer e estragar o trabalho.

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Cartão: Pais

Molde para o cartão: recortei num papel cartão. Pedi as crianças para pintarem do lado avesso. Ao montar deixei a parte da pintura da criança para fora e do papel para dentro. o recorte da gola fiz com estilete.


Aqui um modelo pronto (do ano de 2015).


Na foto abaixo, uma aluna minha do berçário pintando com rolinho. as gravatinhas podem ser recortadas com eva ou outro material. Nesse abaixo, como não tinha muito tempo para recortar, comprei prontas numa papelaria, cortei pela metade e refiz um nó na ponta, colando-a próximo à gola.

 Este foi o modelo da mensagem colado atrás do cartão.Este ano incluí a frase "Pra você que cuida de mim" no título onde está "Querido pai".

sábado, 15 de julho de 2017

Paciência é um atributo pessoal que também se aprende

Lembre-se, uma criança não mimada é igual a um adulto organizado e disciplinado...

Meu maior defeito, nos tranquilos dias da infância, consistia em desanimar com demasiada facilidade quando uma tarefa qualquer me parecia difícil. Eu podia ser tudo, menos um menino persistente.

Foi quando, numa noite, sem que esperasse, meu pai entregou-me uma tabuazinha de pequena espessura e um canivete, e me pediu que com este riscasse uma linha a toda largura da tábua. Obedeci a suas instruções e, em seguida, tábua e canivete foram trancados na escrivaninha de papai.

A mesma coisa foi repetida todas as noites seguintes e ao fim de uma semana eu não aguentava mais de curiosidade. A história continuava. Toda noite eu tinha que riscar com o canivete, uma vez, pelo sulco que se aprofundava. Chegou afinal um dia em que não havia mais sulco. Meu último e leve esforço cortara a tábua em duas.

Papai olhou longamente para mim e depois disse: “Você nunca acreditaria que isto fosse possível, com tão pouco esforço, não é verdade? Pois o êxito ou fracasso de sua vida não depende tanto de quanta força você põe numa tentativa, mas da persistência no que faz...”

Foi esse uma lição de coisas impossíveis de se esquecer e que mesmo um garoto de dez anos podia aproveitar.

Relato de N. Semonoff (Londres)

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Faça Acontecer

Quase não existe diferença visível entre o atleta vencedor e o que chega por último.

Ambos possuem o mesmo número de músculos para trabalhar. Ambos jogam com as mesmas regras e usam equipamentos semelhantes.

Porém, o vencedor é o que te a determinação de vencer. O vencedor é aquele que faz o que é preciso, treina dia após dia, esforça-se um pouco mais a cada treino, é capaz de visualizar sua passagem pela linha final à frente do resto.

Tanto o vendedor melhor pago quanto aquele que raramente realiza uma venda possuem os mesmos talentos e recursos. A diferença está no que eles fazem com o que têm.

Tanto o escritor que mais vende quanto o que nunca publicou nada possui o mesmo dicionário cheio de palavras para trabalhar. A diferença está no que eles fazem com o que têm.

Você já possui a matéria-prima para o sucesso e a realização. Você possui o necessário para atingir a grandiosidade em tudo que você quiser. Você tem dentro de si o potencial para conquistas extraordinárias. Ninguém é mais nem menos equipado para o sucesso do que você, mas é você quem deve fazê-lo acontecer, e é quem tem que assumir o compromisso e fazer o que for necessário para atingir a grandiosidade de que é capaz.

Você tem o que é preciso. Faça acontecer.

sábado, 17 de junho de 2017

Kit Microdermoabrasão Time Wise Mary Kay



Estou usando esse kit da Mary Kay há quase um mês. Esfolia muito bem, deixa a pele bem lisinha e com um toque suave.

Passo 1 Refinar: A primeira embalagem é uma bisnaga com um creme branco com microcristais bem fininhos. Com uma pequena quantidade é só espalhar pelo rosto e lavar com água morna.

Passo 2 Restaurar: a segunda embalagem vem com um pump que dosa um creme mais fluido que o primeiro em tom rosado clarinho, deixando a pele bem macia após massagens suaves.

Costumo lavar antes o rosto com um sabonete Asepxia, mas há outros produtos disponíveis no catálogo da Mary Kay. Pelo kit com os dois produtos paguei R$169, não é vendido separadamente, pois um complementa o outro. Aprovei o produto porque remove bem as células mortas da pele deixando-a aveludada.

Aguardando a chegada de Otavio.

Aguardando a chegada de Otavio.
Abençoada seja sua vinda, meu filho!

Foto: meu amor Anderson

Foto: meu amor Anderson

Foto: pais Josedino e Conceição

Foto: pais Josedino e Conceição

botão redes sociais