Google Tradutor

Quem sou eu

Minha foto
Espírito Santo, Brazil
Professora Educação Infantil. Costumo ser reservada e tímida, ás vezes gosto de ficar sozinha. Vivo o presente. Sou do tipo de pessoa que vive o “aqui e agora”. Não gosto deixar nada pra depois. Preciso de liberdade e independência para fazer minhas próprias coisas. Alegria sempre. Nada de ficar reclamando das dificuldades. Deus conhece nossa capacidade. "Posso não saber o quanto vou ter que caminhar, mas eu continuarei andando e sorrindo. Vou aprendendo a viver e a conviver. Levo comigo uma bagagem cheia de decepções, momentos felizes e alguns não muito.. meus erros, minhas lágrimas, minhas derrotas e vitórias... Não quero ser perfeita , eu quero é cair e levantar rindo... levantar e limpar as mãos e os joelhos e me preparar para correr de novo ,dessa vez mais rápido ainda. Se não quiser que eu te decepcione não faça demasiadas expectativas..."

Marcadores

educação (85) 2011 (56) atividade (50) relatório (50) comportamento (42) arte (39) 2010 (38) desenvolvimento (38) Educação Infantil (36) produto testado (35) 2012 (34) informação (34) maquiagem (33) criatividade (32) bebê (29) mensagem (29) 2013 (28) 2009 (25) avaliação (24) 2019 (20) cosmético (16) 2018 (15) infantil (15) 2015 (14) 2017 (14) blog (14) 2016 (13) filho (12) estilo (11) 2014 (10) Otávio (10) coordenação motora (10) culinária (10) alfabetização (9) conteúdo (8) história (8) Lettering (7) vídeo (7) 2008 (6) brincadeira (6) cores (5) gravidez (5) pintura (5) saúde (5) 2020 (4) Cecília Meireles (4) autismo (4) berçário (4) doença (4) educação especial (4) gestação (4) lei (4) páscoa (4) sorteio (4) borda (3) contagem (3) curiosidade (3) filme (3) lembrancinha (3) livro (3) música (3) receita (3) Mary Kay (2) Posca (2) Vinícius de Moraes (2) aniversário (2) cabelo (2) educação fundamental (2) forma geométrica (2) fralda (2) mural (2) máscara (2) olhos (2) rímel (2) saúde bucal (2) Cora Coralina (1) Jequiti (1) Stabilo (1) alfabeto (1) brinquedos (1) caligrafia (1) capa (1) cartaz (1) cartão (1) cirurgia (1) creme (1) diário digital (1) dobradura (1) eletrodoméstico (1) esmalte (1) estilo sobrancelha (1) faixa (1) gelatina (1) greve (1) jogo (1) kit (1) lenço (1) moda (1) mordida (1) móbile (1) natal (1) obras (1) pais (1) parlenda (1) pomada assadura (1) projeto (1) quebra cabeça (1) regras (1) sobremesa (1) sucata (1) tireóide (1) técnica (1) água (1)

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Receita para se tornar um "Contador de História"

Fonte Blog "Educar é Viver"


1º passo: sentimentos
Ingredientes: Emoção, Paixão, Entusiasmo.
Utensílios: Coração cheio de amor e paixão, Bons ouvidos, Bons olhos, Muitas histórias.
Modo de preparar: Leia bastante, Leia tudo. Fique atento a tudo que acontece a sua volta. Preste atenção em cada movimento. Aguce os ouvidos. Depois desse exercício, você já pode escolher a história que quer contar.
Observe:
1.  Ela mexeu com sua emoção? ( ) sim ( ) não
2.  Você sentiu sua língua coçar de vontade de contar essa história para a primeira pessoa que encontrar? ( ) sim ( ) não
3.  Você ficou impressionado com a verdade contida no conto? ( ) sim ( ) não
Se todas as suas respostas foram afirmativas, você está realmente apaixonado pela história. Vale apena dividi-la com quem quiser ouvir-la.

2º Passo: Voz
Ingredientes: A voz
Utensílio: Uma boca com uma língua bem desenrolada
Modo de preparar: A voz é um ingrediente muito importante para o contador de histórias, pois ela materializa não só as sucessivas fases do conto ( momento de alegria, tristeza,euforia,suspense, tranqüilidade, etc), como também os personagens, uma vez que cada um possui uma voz típica e fácil de ser identificada.
Por exemplo:
1.  O rei possui uma voz imperativa e mandona;
2.  O gigante possui uma voz grossa, forte e alta.

É bom saber também que a voz vem sempre acompanhada de elementos:
·  A sonoridade trata do bom som, da pronúncia das palavras.
·  Timbre é a qualidade que distingue um som, independentemente de sua altura ou intensidade. É a personalidade da fala. Os diferentes timbres são frequentemente descritos como claro, nasal, áspero, rouco, seco, aspirado.
·  Intensidade: É o grau de força com que o som produz altura, volume. A voz deve ser agradável, audível (nem muito alta nem muito baixa).
·  Velocidade: Varia de acordo com as necessidades da expressão. Pode ser rápida, mediana, rapidíssima, lenta ou lentíssima.
·  Dicção: É a pronúncia correta de todos os sons de uma palavra. Uma pronúncia defeituosa atrapalha a narrativa.
Evite usar também vícios de linguagem:
-Né?
- Entendeu?
-Aí...então...
-Tá vendo?
-Bem, então... então...

3º Passo: Olhar
Ingredientes: o olhar
Utensílios: Um par de olhos brilhantes.
Modo de preparar: O olhar é o elo principal de um contador de histórias. É ele que traz as pessoas para dentro do conto. O olhar de um contador de histórias deve cruzar ao menos uma vez com o olhar de cada um dos ouvintes. Distribua bem o olhar. Não se fixe só numa pessoa ou grupo.

4º Passo: Expressão.
Ingredientes: expressão corporal
Utensílios: corpo e mãos
Modo de preparar: O corpo e as mãos ajudam a expressar as ideias. São ingredientes preciosos. Mas devem ser usados com moderação. Os gestos devem ser simples, expressivos e variados, jamais exagerados. Todo o enredo pode ser baseado em gestos, pois cada personagem (rei, rainha, caçador) tem um andar, manias, atitudes e jeito de ser que denunciam seu estado social e emocional. As mãos são capazes de dar colorido, forma à história. Quanto à expressão corporal é preciso ter bastante cuidado. O exagero no uso desse ingrediente, como a teatralização, pode sacrificar o efeito da narrativa.

5º Passo: Improvisação
Ingredientes: memória e improvisação
Utensílios: uma cabeça cheia de ideias, uma memória de elefante
Modo de preparar: É fundamental para o contador de história ter uma boa memória, conhecer e guardar as sequências do conto.
Esse ingrediente não é importante só para guardar a história, mas durante toda a narração. Há alguns momentos em que é preciso buscar na vivência acontecimentos que guardem sentimentos (tristeza, alegria, antipatia, etc.) necessários para aquele determinado momento da história, em que é preciso que ele se faça presente. Tendo uma boa memória, você poderá ir buscar no seu arquivo mental tudo de que precisa para lidar com o branco da memória.
O contador de histórias não deve se irritar, nem chamar a atenção do ouvinte, ou seja, ele não deve parar de contar a história. Nesse instante, entra a sua capacidade de improvisação. Você deve recorrer à técnica de narrar com interferência, colocando os ouvintes para participar da história.

6º Passo: Credibilidade
Ingrediente: credibilidade
Utensílios: uma cabeça cheia de ideias, olhar bem firme
Modo de preparar: O contador precisa desse ingrediente para fazer com que o público acredite que esta contando é verdadeiro. Para isso, a memória e a improvisação as ajudarão no caso de ele "errar", que a plateia não perceba o erro. Mantendo o olhar firme, o contador convence o ouvinte, e ninguém duvidará da verdade contida na história.

7º Passo: Clima e Ritmo
Ingredientes: clima e ritmo
Utensílios: som de música orquestrada, bons ouvidos.
Modo de preparar: Toda a história tem uma sequência rítmica que varia de acordo com o que esta sendo narrado.
Cada parte da história tem um ritmo. O ritmo que se usar para começar o conto não pode ser o mesmo de quando a história vai se aproximando do seu ponto culminante. Escute uma música clássica orquestrada. Escute o seu ritmo. Sinta as emoções em cada movimento e passe esse ritmo para a sua narrativa.

8º Passo: Transformação
Utensílios: todos os ingredientes (voz, olhar, expressão corporal, etc) e a colher de pau.
Modo de preparar: Agora chegou o grande momento!
Misture todos os ingredientes com a colher de pau. Escolha uma roupa, um adereço, um recurso e dê o toque final.
Pegue um instrumento musical ou outro objeto que você quiser, sopre-o e diga estas palavras mágicas:
“Delém, delém, Que Deus me ilumine
E a minha imaginação Vá além do além"

Você já está pronto (a) !
Pegue o seu tapete mágico e voe. Há um montão de crianças esperando, ansiosas, pelas histórias do seu baú! 

Um comentário:

  1. Karine,
    Adorei sua receita, obrigado!!! vai ajudar bastante no meu trabalho. Angela

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar sobre este post!

Comentário será liberado após moderação; caso faça agressão gratuita poderá ser excluído. Evite escrever em letras maiúsculas.

Beijinhos sabor chocolate! Paz em seu coração!

Aguardando a chegada de Otavio.

Aguardando a chegada de Otavio.
Abençoada seja sua vinda, meu filho!

Foto: meu amor Anderson

Foto: meu amor Anderson

Foto: pais Josedino e Conceição

Foto: pais Josedino e Conceição

botão redes sociais