Google Tradutor

Quem sou eu

Minha foto
Espírito Santo, Brazil
Professora Educação Infantil. Costumo ser reservada e tímida, ás vezes gosto de ficar sozinha. Vivo o presente. Sou do tipo de pessoa que vive o “aqui e agora”. Não gosto deixar nada pra depois. Preciso de liberdade e independência para fazer minhas próprias coisas. Alegria sempre. Nada de ficar reclamando das dificuldades. Deus conhece nossa capacidade. "Posso não saber o quanto vou ter que caminhar, mas eu continuarei andando e sorrindo. Vou aprendendo a viver e a conviver. Levo comigo uma bagagem cheia de decepções, momentos felizes e alguns não muito.. meus erros, minhas lágrimas, minhas derrotas e vitórias... Não quero ser perfeita , eu quero é cair e levantar rindo... levantar e limpar as mãos e os joelhos e me preparar para correr de novo ,dessa vez mais rápido ainda. Se não quiser que eu te decepcione não faça demasiadas expectativas..."

Marcadores

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

2º Perfil Geral - grupo 4


O grupo IV-D atualmente está composto por 22 crianças, sendo 12 do sexo masculino e 10 do sexo feminino. Continuam sendo crianças assíduas, faltando somente em virtude de doença ou motivos familiares. Apenas alguns pais demonstram interesse em participar e acompanhar a vida escolar dos filhos, geralmente os mesmos trazem e buscam as crianças sem muitas indagações ao professor sobre o trabalho desenvolvido, necessitando algum trabalho do CMEI no sentido de despertar maior participação dos mesmos.
Neste período recebemos apenas uma criança no grupo, o Ernesto, que veio transferido da Vila do Riacho. Foi transferido o Guilherme para o bairro Planalto, em virtude de ficar próximo do local de trabalho de sua mãe.
O relacionamento das crianças comigo continua tranqüilo e por parte das meninas, carinhoso. Já o relacionamento entre os meninos, apesar das intervenções, alguns ainda demonstram dificuldades em resolver os conflitos de forma amigável, sendo uma necessidade de aprendizagem.
 Apesar da maioria das crianças obedecerem aos combinados algumas crianças ainda demonstram dificuldade em respeitar as regras. No início do ano a turma toda ajudava na arrumação da sala, atualmente percebi certa desordem e alvoroço nessa atividade, com a maioria das crianças enrolando e poucos realmente guardando os brinquedos. Diante dessa dificuldade realizei uma roda de conversa onde refletimos sobre esse comportamento da turma e as crianças comentaram: “Tia, tem menino que não arruma nada”; “Se não guardar não pode ir no parquinho, né tia?”; “Eu ajudo minha mãe também”. Então combinamos que a arrumação ficaria assim: um dia os meninos, outro dia as meninas, podendo ser observado que já houve uma significativa mudança de comportamento das crianças com relação à organização da sala.
O grupo continua mantendo uma boa oralidade, porém ainda utilizam um tom de voz alto, sendo necessário continuar as intervenções.
Observei que o interesse das crianças por vídeo diminuiu, após o mesmo ser transferido de local, sendo instalado na sala de multiuso. Talvez esse interesse tenha diminuído em virtude da grande quantidade de brinquedos novos na referida sala.
Na hora da roda de leitura, observei que os meninos estão demonstrando dificuldades na concentração, necessitando serem estimulados a participarem deste momento.
O grupo  mantém o interesse em brincar de cozinha na sala de aula, inclusive os meninos, modelagem, jogos educativos, brincar de faz-de-conta com as cadeiras e o horário no parquinho.
A maioria das crianças está realizando a escrita do primeiro nome com auxílio da ficha e com relação aos numerais os mesmos demonstram interesse em conhecer,  porém ainda não associam quantidade ao símbolo, sendo uma necessidade de aprendizagem.
A interação das crianças com a música é muito pequena pois as mesmas não mantém a concentração por muito tempo, então tenho trabalhado com música e coreografia todos os dias, com o objetivo de que as mesmas venham a aumentar o interesse pela música.
No desenvolvimento do projeto de alimentação as crianças participaram das atividades propostas com entusiasmo podendo ser observado que a partir do self-service as mesmas já não demonstram falta de boas maneiras na hora de se servir, pois sabem que tem alimento em quantidade suficiente para todos. Com relação a higiene também observei que as crianças avançaram, tendo iniciativa em lavar as mãos e se limparem antes das refeições.

Um comentário:

  1. Kira que projeto interresante!
    Observar o desenvolvimento social das crianças é magico, elas aprendem rápido e assimilam tudo que está a volta neh.
    Sucesso.

    Beijinhos da Elza
    http://unhasnailart.blogspot.com/
    http://cheirinhodetuti-frutti.blogspot.com

    =D

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar sobre este post!

Comentário será liberado após moderação; caso faça agressão gratuita poderá ser excluído. Evite escrever em letras maiúsculas.

Beijinhos sabor chocolate! Paz em seu coração!

Aguardando a chegada de Otavio.

Aguardando a chegada de Otavio.
Abençoada seja sua vinda, meu filho!

Foto: meu amor Anderson

Foto: meu amor Anderson

Foto: pais Josedino e Conceição

Foto: pais Josedino e Conceição

botão redes sociais